Informação sobre as funções das vitaminas, assim como as suas fontes nos alimentos, referindo as suas qualidades e os riscos associados ao seu défice ou excesso. Abordamos todas as vitaminas, vitamina A, vitamina C, vitamina D, vitamina E, vitamina K, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B7, vitamina B9, e vitamina B12.

Vitaminas e minerais

As vitaminas e os sais minerais recebem o nome de micronutrientes. São essenciais para o bom funcionamento do corpo e para a manutenção da saúde. Diferentemente dos macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) são necessários em quantidade reduzida, obtida por meio da alimentação. As vitaminas podem ser dividas em dois grupos. As lipossolúveis necessitam da gordura para serem adequadamente absorvidas e são representadas pelas vitaminas A, D, E, e K. Já as hidrossolúveis necessitam de água, tal grupo compreende as vitaminas do complexo B e a vitamina C. Os minerais desempenham inúmeras funções em nosso organismo. Eles fazem parte da estrutura dos tecidos corpóreos, participam da regulação dos impulsos nervosos, da atividade muscular e do balanço ácido- base, além de serem componentes ativadores ou reguladores de muitas enzimas. Fazem parte deste grupo o ferro, iodo, cálcio, fósforo, entre outros. Neste momento iremos destacar as vitaminas e minerais cujas deficiências mais afetam a população brasileira. A vitamina A está presente em alimentos de origem animal e de origem vegetal. Ela é essencial no processo visual, sendo importante no combate da cegueira noturna e vista cansada. Além disso, ajuda no crescimento, desenvolvimento ósseo, desenvolvimento e manutenção do tecido epitelial, defesa do organismo e reprodução. 
Sua deficiência constitui um problema de saúde pública em várias regiões brasileiras, sobretudo na região Nordeste. Suas principais manifestações são: a cegueira noturna e a xeroftalmia. O ferro é um componente fundamental da hemoglobina e de algumas enzimas do sistema respiratório. Sua deficiência é a mais freqüente no mundo, produzindo anemia em homens, mulheres e crianças sendo mais comum em mulheres devido às perdas sanguíneas durante a menstruação. Para aumentar a absorção de ferro, principalmente o das fontes de origem vegetal, recomenda-se ingerir junto a estas, fontes de vitamina C (como o suco de limão). O iodo é importante para o crescimento e o desenvolvimento adequados, além de ser essencial para o controle dos processos metabólicos do organismo. Sua deficiência pode causar o bócio - aumento de tamanho da glândula tireóide - e o cretinismo - comprometimento grave do desenvolvimento cerebral. O iodo, desde a década de 60, vem sendo adicionado ao sal de cozinha com o intuito de evitar as possíveis deficiências do mineral no brasileiro.

Fonte: http://189.28.128.100/nutricao/docs/geral/jornalEscolaSaudavel2.pdf
Índice dos artigos relativos a Vitaminas
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL