Informação sobre as funções das vitaminas, assim como as suas fontes nos alimentos, referindo as suas qualidades e os riscos associados ao seu défice ou excesso. Abordamos todas as vitaminas, vitamina A, vitamina C, vitamina D, vitamina E, vitamina K, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B7, vitamina B9, e vitamina B12.

Vitamina B12 (Colabaminas)

FONTES

Os animais a obtém graças à bactérias simbiontes de seu trato digestivo.
Também pode ser obtida em carnes, aves, leite, pescado; não é encontrada em vegetais nem em leveduras. Toda vitamina B12 é sintetizada por bactérias, fungos e algas.

FUNÇÃO

Atua como cofator de enzimas que catalisam rearranjos intramoleculares de ligações C-C, bem como metilações; está envolvida no catabolismo de vários aminoácidos e na oxidação de ácidos graxos, e na formação da metionina pela metilação da homocisteína.
É necessária para a mobilização (oxidação) de lipídeos e para manter a reserva energética dos músculos.

MELHORES FONTES ALIMENTARES

Vísceras, leite e ovos.

MANIFESTAÇÕES DA DEFICIÊNCIA

A deficiência leva à anemia megaloblástica e a neuropatia com sintomas como fraqueza, cansaço, dispneia, parestesia, glossite, perda de apetite, de peso, do paladar e do olfato, impotência e perturbações psiquiátricas. No homem não foram relatados efeitos adversos a partir de doses orais únicas tão elevadas.

INIMIGOS

A absorção é limitada pelo álcool, pela deficiência em vitamina B6, pela colestiramina, ácido para-aminosalicílico, colquicina, neomicina, biguanidinas orais, metformina e fenformina e cloreto de potássio. Anti-convusionantes e óxido nítrico podem alterar o metabolismo.
Índice dos artigos relativos a Vitaminas

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL