Informação sobre as funções das vitaminas, assim como as suas fontes nos alimentos, referindo as suas qualidades e os riscos associados ao seu défice ou excesso. Abordamos todas as vitaminas, vitamina A, vitamina C, vitamina D, vitamina E, vitamina K, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B7, vitamina B9, e vitamina B12.

Vitamina B7 (Biotina)

A Biotina, primeiramente chamada de vitamina H (do alemão “haut”, que significa pele) é um ácido monocarboxílico com uma porção cíclica, solúvel em água e suscetível à oxidação.

FONTES

Em humanos é sintetizada por bactérias do trato intestinal.
É produzida por vegetais e bactérias.
Os alimentos de origem animal como carnes, ovos, leite, fígado.

FUNÇÃO

Atua como coenzima de enzimas que transferem grupos carboxila (-COOH) e funciona como carreador de CO2.
Está envolvida em reações de rotas metabólicas como a gliconeogênese, a biossíntese de ácidos graxos de cadeia insaturada e oxidação de ácidos graxos.
É necessária para o crescimento e o bom funcionamento da pele e seus órgãos anexos (cabelo, glândulas sebáceas, glândulas sudoríparas) assim como para o desenvolvimento das glândulas sexuais.

MELHORES FONTES ALIMENTARES

Carnes, gema de ovos, leite, banana, melancia, morango, peixes e nozes. A biotina é estável ao cozimento.

MANIFESTAÇÕES DA DEFICIÊNCIA

A carência pode causar glossite atrófica, dores musculares, falta de apetite, flacidez, dermatite esfoliativa severa, queda de cabelos e alterações do eletrocardiograma.
Grandes doses de podem provocar diarréia.

INIMIGOS

A destruição das bactérias intestinais, administração de antimetabólicos da biotina e alimentação com clara de ovo crua.
Índice dos artigos relativos a Vitaminas

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL